Políticas Editoriais

Foco e Escopo

A revista História da Educação é uma publicação da Associação Sul-Rio-Grandense de Pesquisadores em História da Educação (Asphe) desde 1997. Tem como finalidade disseminar conhecimentos relacionados à área de História e Historiografia da Educação. Recebe apoio financeiro do CNPq/Capes e apoio institucional de diferentes Universidades do Rio Grande do Sul.

Aceita para publicação textos inéditos nos diferentes formatos: artigos, dossiês, traduções, sessão especial/entrevistas, resenhas, arquivos/documentos, cujas temáticas se inscrevam na referida área ou em outros campos de conhecimento que possuam intersecção com a História da Educação.

A revista está hospedada no portal de revistas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, no endereço http://seer.ufrgs.br/asphe, e apresenta-se em formato online. O processo de submissão, avaliação, edição e publicação é feito por meio do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas, tradução licenciada do Open Journal Systems - OJS.

 

Políticas de Seção

Artigo / Article / Artículo

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Entrevista / Interview / Entrevista

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Resenha / Digest / Reseña

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Acervo / Archive / Colección

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Documento / Document / Documento

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Tradução - Translation

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê "Arquitetura escolar: diálogos entre o global, nacional e regional na história da educação"

Dossiê "Arquitetura escolar: diálogos entre o global, nacional e regional na História da Educação", organizado pelos Profs. Drs. Tatiane Ermel e Marcus Levy

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê "Música, educação e disputas políticas: memórias, sujeitos, instituições"

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê "Manuais disciplinares, discursos pedagógicos e formação de professores (Séculos XIX e XX)"

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê "História da Educação: Sensibilidades, patrimônio e cultura escrita"

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê "Independência e instrução na América e África"

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

Processo de Avaliação pelos Pares

Os artigos, dossiês, traduções e demais modalidades de textos recebidos são submetidos a uma avaliação preliminar por parte da Editoria da revista, que examinará se cumprem os requisitos de autoria, temáticos e formais. Após essa análise, são encaminhados anonimamente a dois pareceristas ad hoc (processo de peerreview), sendo necessária, para a sua publicação, a dupla aprovação. Havendo divergência entre os pareceres, os textos são encaminhados a um terceiro parecerista. Os avaliadores podem recomendar a sua aceitação, recusa ou indicar revisões obrigatórias. Nesse caso, o artigo reformulado retorna à Editoria, para avaliação final.

A publicação dos textos implica automaticamente na cessão integral dos direitos autorais à História da Educação. Em textos que utilizam imagens, citações de obras literárias ou de páginas da World Wide Web, o autor deve encaminhar também uma autorização de cessão dos respectivos direitos.

Para a publicação, os textos passam pelas seguintes etapas de avaliação:

Etapa 1: análise quanto à forma

Essa etapa é de responsabilidade dos editores. Os textos são avaliados quanto a sua adequação aos critérios gerais da revista e à linha editorial.

São devolvidos aos autores os artigos que se configuram como: 1) relatos de experiência; 2) revisão bibliográfica; 3) recorte de dissertação ou tese, sem a devida adaptação; 4) projeto ou relatório de pesquisa. Ainda, são devolvidos aqueles que não centram sua problemática, no campo da História da Educação; que possuem excessivos erros de redação, bem como de estruturação do texto e que não cumprem as normas editoriais da revista.

Etapa 2: análise por pares quanto ao mérito

Na segunda etapa, o artigo, sem a identificação do autor, é encaminhado a, no mínimo, dois pareceristas da área temática específica do trabalho (membros do conselho editorial ou convidados ad hoc).

Os critérios para avaliação do texto levam em conta: 1) aspectos formais; 2) atualidade e relevância da temática; 3) originalidade e ineditismo; 4) indicação clara dos objetivos e da metodologia da pesquisa, 5) discussão teórica atualizada; 6) adequação da bibliografia às normas ABNT; 7) os documentos a publicar ou a anexar devem estar articulados ao texto.

Os pareceristas podem aceitar plenamente, aceitar com ressalvas ou recusar o artigo. Qualquer uma das situações é justificada por um parecer descritivo.

Situações:

a) quando os dois pareceristas aceitam o trabalho, ele passa à fase seguinte;

b) quando os dois pareceristas recusam o trabalho, o artigo é devolvido ao autor e arquivado no sistema da revista;

c) quando um ou os dois pareceristas indicam reformulações, o trabalho é devolvido ao autor para que considere os pareceres e reformule o artigo no prazo de vinte (20) dias. Todas as modificações devem ser feitas em cor diferente no arquivo. Quando o autor reenvia o texto reformulado e demonstra ter seguido as revisões dos pareceristas, ele é reavaliado.

Etapa 3: revisão e adequação do trabalho às normas da revista

Uma vez aceito para publicação, o trabalho é submetido à revisão de linguagem, normalização e formatação.

 

Periodicidade

A partir de 2019, a Revista História da Educação constitui-se de um volume anual com publicação contínua, no decorrer dos meses.

 

Política de Acesso Livre

Todo o conteúdo do periódico, exceto onde estiver identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons do tipo atribuição CC-BY-NC.

A revista História da Educação utiliza como base para transferência de direitos a licença Creative commons attribution 4.0 internacional (CC BY-NC 4.0) para periódicos de acesso aberto, Open Archives Iniciative (OAI), categoria green road.

Por acesso aberto entende-se a disponibilização gratuita na Internet, para que os usuários possam ler, fazer download, copiar, distribuir, imprimir, pesquisar ou referenciar o texto integral dos documentos, processá-los para indexação, utilizá-los como dados de entrada de programas para softwares, ou usá-los para qualquer outro propósito legal, sem barreira financeira, legal ou técnica.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema Lockss para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

 

Diretrizes de conduta ética

Em conformidade com as diretrizes do Committee on Publication Ethics, a editoria da revista História da Educação recomenda que:

a) os proponentes de artigos conheçam o site do Cope - http://publicationethics.org - onde podem ser encontradas informações relacionadas com ética em pesquisa;

b) antes da submissão observe-se os seguintes critérios:

- artigos que contenham aquisição de dados ou análise e interpretação de dados de outras publicações devem referenciá-las de maneira explícita;

- na redação de artigos que contenham uma revisão crítica do conteúdo intelectual de outros autores, estes deverão ser devidamente citados;

- todos os autores devem atender os critérios de autoria inédita do artigo e nenhum dos pesquisadores envolvidos na pesquisa poderá ser omitido da lista de autores.

 

 

Taxas para submissão e publicação de textos

Não são cobradas taxas de processamento nem taxas de submissão de artigos.

 

Registro Orcid

A partir de 2018, passou a ser exigido ao autor, quando da submissão de texto, a informação relativa ao seu registro Orcid, número que fornece um identificador único voltado para a área acadêmica e de pesquisa. O registro é gratuito e pode ser realizado no site: http://orcid.org/