Arquitetura sob a ótica da humanização em ambientes de quimioterapia pediátrica

Autores

Palavras-chave:

Humanização da arquitetura, Ambientes de quimioterapia pediátrica, Processo de projeto, Avaliação Pós-Ocupação, Hospitais contemporâneos.

Resumo

O artigo apresenta os resultados de uma pesquisa quali-quantitativa sobre projeto no âmbito da humanização da arquitetura hospitalar em ambientes de quimioterapia pediátrica. O contexto aponta uma dinâmica acelerada de adaptação dos ambientes de saúde diante da introdução constante de tecnologias médicas avançadas. O objetivo é identificar e validar estratégias projetuais potentes em centros pediátricos de infusão, visando subsidiar rearranjos das configurações existentes e fundamentar novos projetos no âmbito da humanização no contexto especificado. A metodologia de Avaliação Pós-Ocupação foi aplicada em estudo de caso referencial, amparada por entrevistas com grupo de especialistas brasileiros e pela análise de quatro benchmarks da literatura internacional. Os resultados indicam as implicações ambientais decorrentes da prevalência do tratamento quimioterápico ambulatorial sobre o regime de internação e a importância da contribuição dos voluntários. Também sobressaem os recursos recentes de humanização da arquitetura, como o desenvolvimento de ambientes que curam, centrados na família, flexíveis, com wayfinding evidente e distrações positivas e inovadoras, como os ambientes de reabilitação social. Os resultados alcançados estimulam novas pesquisas que identifiquem possíveis alternativas de atendimento aos usuários, fornecendo subsídios ao arquiteto para o aprimoramento do ambiente da saúde, mediante a adoção de uma visão estratégica sobre o futuro. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andrea D'Angelo Leitner, Universidade Estadual de Campinas UNICAMP

pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Arquitetura, Tecnologia e Cidade (PPGATC), da Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Possui Doutorado por meio do Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP (FAUUSP), 2016 e  Mestrado pela FAUUSP, 2010. Possui graduação pela FAUUSP, 1988 e graduação em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas - FGV-SP, 1988. Pesquisadora da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) de 2014 a 2016. Atua na área de Arquitetura e Urbanismo, de gestão de projetos, gestão da qualidade em edifícios com ênfase em Avaliação Pós-Ocupação

Silvia Mikami Pina, Universidade Estadual de Campinas UNICAMP

Professora Livre Docente em Habitação Coletiva Contemporânea e Projetos de Interesse Social. Atua no Programa de Pòs-Graduação ARQUITETURA TECNOLOGIA E CIDADE e no Curso de Graduação em Arquitetura e Urbanismo da UNICAMP. Seus trabalhos envolvem:conceitos humanizadores no projeto e na cidade; Estudos da Habitação; Morfologia Urbana e sustentabilidade; Apropriação do Espaço Público, Metodologia de projeto e Processos participativos de projeto; Ensino de arquitetura-urbanismo e Avaliação pós-ocupação.

 

Downloads

Publicado

2020-07-07

Edição

Seção

Simpósio Brasileiro de Qualidade do Projeto no Ambiente Construído