Influência da umidade do ar no conforto térmico de usuários de edificações de escritórios em Florianópolis/SC

Candi Citadini de Oliveira, Ricardo Forgiarini Rupp, Enedir Ghisi

Resumo


O  conforto térmico apresenta elevada importância para a conservação de energia em edificações, bem como para a satisfação e o desempenho dos usuários. O principal objetivo deste trabalho é avaliar o efeito da umidade do ar no conforto térmico de usuários de edificações de escritórios localizadas no clima subtropical úmido de Florianópolis/SC. Com base em dados previamente coletados em campo, foram efetuadas análises estatísticas considerando a umidade do ar e as respostas subjetivas dos usuários obtidas por meio de um questionário eletrônico. Analisou-se a percepção térmica e da umidade do ar de ocupantes de uma edificação com sistema central de ar-condicionado e duas edificações híbridas, onde houve alternância entre os modos de operação por ventilação natural e por ar-condicionado. Os resultados obtidos indicam ausência de relação entre a razão de umidade e a percepção térmica, no entanto mostram significativa influência da sensação de umidade e da preferência quanto à umidade sobre o conforto térmico. Ademais, assim como apontam outros autores, confirmou-se a importância da utilização da umidade absoluta ao invés da umidade relativa nas análises de conforto térmico.

Palavras-chave


Umidade relativa; Razão de umidade; Conforto térmico; Edificações de escritórios; Ventilação híbrida

Texto completo:

HTML




Direitos autorais 2020 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: