Determinação da vazão de projeto para a escolha dos hidrômetros de edificações residenciais com medição individualizada

Marina Melo Luiz Amorim, Marcus André Siqueira Campos

Resumo


A implementação do sistema de medição individualizada requer o ajuste correto dos hidrômetros. Dessa forma, a determinação das vazões do projeto é uma das premissas para o desempenho adequado do sistema. Sob esse ponto de vista, este artigo tem como objetivo comparar os valores de vazões de projeto com os valores de vazões obtidos em apartamentos em operação. Foi realizada uma investigação em 20 unidades habitacionais, nas quais as vazões foram identificadas e seus perfis de consumo de água e a distribuição de vazões reais ao longo do tempo definidos. Foram comparadas as vazões calculadas pelo método proposto por Gonçalves (1986), além dos métodos utilizados nas normas brasileiras, portuguesa e europeia, com as vazões reais medidas e indicadas em padrão técnico, através da utilização de técnicas de estatística descritiva e de modelagem probabilística dos dados. Foi possível verificar que os valores derivados do método probabilístico foram os que mais se aproximaram das medições reais. Concluiu-se que o uso do método probabilístico reduz a vazão nominal dos hidrômetros escolhidos, o que pode aumentar a precisão e, consequentemente, o volume medido para a concessionária local. Contribui também para melhorar os procedimentos de avaliação do dimensionamento de hidrômetros.


Palavras-chave


medição individualizada, dimensionamento de hidrômetros, perfis de consumo, vazões reais

Texto completo:

HTML




Direitos autorais 2020 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: