Aspectos impactantes no desempenho energético de habitações de interesse social brasileiras: revisão de literatura

Mateus V. Bavaresco, Hamilton Yair Ortiz Cuchivague, Alexandre Schinazi, Enedir Ghisi

Resumo


Nos últimos dez anos, o setor de habitações de interesse social (HIS) no Brasil foi impulsionado pela criação do Programa “Minha Casa, Minha Vida” (PMCMV). Apesar do Programa ter permitido a construção de grande quantidade de habitações em todo o território nacional, avaliações em campo ressaltam falhas quanto à adequação das habitações aos climas locais. A inadequação pode resultar em baixos níveis de eficiência energética das HIS e insatisfação de seus moradores. Desta forma, o objetivo deste estudo é revisar a literatura nacional dos últimos dez anos (de 2009 a 2019) a fim de determinar os aspectos que influenciam a eficiência energética das HIS. A síntese dessas informações é necessária para consolidar o conhecimento produzido até aqui e facilitar o avanço nessa área. Espera-se que este estudo favoreça futuras decisões de diferentes partes interessadas: pesquisadores podem definir seus escopos de estudo considerando o que já foi desenvolvido, projetistas podem aplicar na prática critérios de eficiência energética e de design centrados nos usuários, e responsáveis por políticas públicas podem vincular a aprovação de projetos de HIS a parâmetros de eficiência energética.


Palavras-chave


Habitações de Interesse Social; Programa Minha Casa Minha Vida; Eficiência energética; Desempenho termoenegético

Texto completo:

HTML




Direitos autorais 2020 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: