Análise técnica da reciclagem de resíduos de construção em canteiro de obras

Davi Valente Santos, Antonio Eduardo Bezerra Cabral

Resumo


Este trabalho tem como objetivo avaliar tecnicamente a reciclagem de resíduos de construção civil provenientes de concreto e argamassa gerados em canteiro de obras de construtora de grande porte. Foram analisados traços de contrapiso e de emboço interno e externo, considerando substituição de areia natural por agregado reciclado nos percentuais de 25% e 50%. Foram avaliadas propriedades no estado fresco (consistência, teor de ar incorporado, densidade de massa), no estado endurecido (densidade de massa aparente, módulo de elasticidade dinâmico, resistência à tração na flexão, resistência à compressão) e na argamassa de revestimento (aderência, fissuras e permeabilidade à água). Verificou-se que o teor de material pulverulento dos agregados reciclados foi menor do que 10%, não havendo potencial impacto na fissuração. Observou-se também elevação do teor de ar incorporado com elevação do teor de substituição do agregado natural pelo reciclado nos traços de contrapiso e de emboço externo. Já para o emboço interno o comportamento foi o oposto. Em relação à aderência à tração, não houve impacto com relação ao teor de substituição. Para resistência à compressão e à tração na flexão, houve variações significativas, porém todas as argamassas permanecem no mesmo extrato de classificação segundo a NBR 13281. No que compete às fissuras, foram reduzidas com a substituição de areia natural por agregado reciclado. Em se tratando de permeabilidade à água, os resultados encontrados foram considerados baixos para todos os tipos de argamassas.


Palavras-chave


Resíduo de construção civil; Reciclagem; Argamassa

Texto completo:

HTML




Direitos autorais 2020 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: