Aplicação das técnicas não-destrutivas de ultra-som, vibração transversal e ondas de tensão para avaliação de madeira

Marcela Candian, Almir Sales

Resumo


Aplicação de técnicas não-destrutivas pode auxiliar no processo de avaliação da madeira, não sendo necessária a extração de corpos-de-prova. Entre as técnicas de avaliação mecânica, destacam-se as técnicas não-destrutivas de ultra-som e de vibração transversal. Com o avanço no uso das técnicas não-destrutivas, tornou-se possível o desenvolvimento de novas tecnologias, entre as quais se destaca a técnica de ondas de tensão, que permite a obtenção de imagem tomográfica da madeira. O objetivo deste trabalho foi verificar a acuracidade das técnicas de vibração transversal e ultra-som comparativamente aos valores obtidos em ensaios estáticos e a obtenção de imagem tomográfica a partir do emprego de ondas de tensão para a espécie Eucalyptus citriodora. Os valores obtidos de coeficiente de determinação para as técnicas de ultra-som (R² = 0,76) e vibração transversal (R² = 0,80) são significativos, demonstrando que essas são importantes ferramentas para a inferência do módulo de elasticidade da madeira. Os resultados permitem também verificar que a imagem tomográfica obtida com o emprego de ondas de tensão possibilita estimar a porcentagem da área deteriorada com adequada confiabilidade.


Palavras-chave


Ensaio não-destrutivo. Ultra-som. Vibração transversal. Ondas de tensão.

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: