Estruturas recíprocas: revisão sistemática da literatura e identificação de pontos críticos para projeto e produção

Caio Magalhães Castriotto, Maria Gabriela Caffarena Celani, Felipe Tavares da Silva

Resumo


Estruturas recíprocas (ERs) são datadas do período neolítico, produzidas originalmente em madeira e compostas por elementos de dimensões reduzidas. Trata-se de um sistema estrutural que apresenta a capacidade de se adaptar a formas livres, complexas e com grande potencial estético, como indicado por diversas pesquisas contemporâneas. No entanto, acredita-se que essas estruturas poderiam fazer melhor uso das tecnologias digitais disponíveis de projeto, análises, fabricação e montagem. Este artigo tem o objetivo de identificar as atuais lacunas em que se pode concentrar esforços de pesquisa no sentido de tornar a tecnologia das ERs mais viável. Foi feita uma revisão sistemática da literatura (RSL) em sete bases de dados diferentes. Encontrou-se um total de 180 artigos, dos quais 49 foram selecionados para análise. Dentre eles, 27 identificaram lacunas existentes, que foram compiladas em cinco categorias: (a) dificuldades na concepção geométrica/estrutural; (b) necessidade de aprimoramento de ferramentas digitais; (c) dificuldade no projeto, análise, fabricação e montagem de conexões; (d) dificuldade de compreensão da real contribuição dos protótipos para aplicações em grande escala; e (e) necessidade de incorporar o processo de montagem no projeto de ERs. Foi possível concluir que o desenvolvimento de novos mecanismos de análise estrutural aliados à criação de novos detalhes construtivos pode contribuir para a expansão do uso das ERs.


Palavras-chave


Revisão Sistemática da Literatura; Estruturas Recíprocas; Fabricação Digital

Texto completo:

HTML




Direitos autorais 2020 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: