Instrumentos associados de apoio ao processo de projeto de moradias sociais

Louise Logsdon, Márcio Minto Fabricio

Resumo


Diversas pesquisas analisaram a produção de habitação de interesse social (HIS) no Brasil, constatando seu baixo desempenho e o mal atendimento às necessidades dos moradores, principalmente se considerarmos todo o tempo de permanência na moradia. Além de apresentarem limitada diversidade, em termos de opções de plantas, os projetos são pouco flexíveis e com sérios problemas funcionais, decorrentes da falta de espaço nos compartimentos. Nesse contexto, o objetivo do trabalho foi desenvolver um método prático de apoio à tomada de decisão em projetos de HIS. A pesquisa adotou a abordagem Design Science Research e estruturou-se em cinco etapas principais: (1) identificação do problema, (2) entendimento do tema, (3) proposição dos instrumentos, (4) avaliação dos instrumentos e (5) organização das contribuições. O método é conceitual e orientado para a tomade de decisão de projetos desenvolvidos em BIM (Building Information Modeling), com foco na funcionalidade e na flexibilidade. Consiste em um conjunto de instrumentos articulados que permitem avaliar e orientar os projetistas quanto ao atendimento aos critérios de funcionalidade e flexibilidade mapeados. O instrumental demonstrou sua eficácia em uso ao ser aplicado em um workshop de projeto com profissionais da área, sendo também avaliado por pesquisadores especialistas no tema. A pesquisa contribuiu com revisão e sistematização de requisitos de funcionalidade e flexibilidade e, no campo prático, com a articulação destes requisitos em um conjunto de instrumentos operacionais destinados ao uso de profissionais de projeto de arquitetura de HIS.


Palavras-chave


projeto de habitação de interesse social; processo de projeto; qualidade espacial

Texto completo:

HTML




Direitos autorais 2020 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: