Relações entre propriedades de rigidez para distintas solicitações mecânicas visando projetos de estruturas de madeira

João Paulo Boff Almeida, Natalia Garcia Couto, Vinicius Borges de Moura Aquino, Anderson Renato Vobornik Wolenski, Rodrigo Peixoto Guerra, André Luis Christoforo, Francisco Antonio Rocco Lahr

Resumo


No Brasil, o documento normativo NBR 7190 (ABNT, 1997) estabelece os métodos de ensaio para obtenção das propriedades físico-mecânicas da madeira. Na impossibilidade da determinação dos resultados experimentais, a norma estabelece relações entre propriedades. Porém as relações entre as propriedades de rigidez apresentadas foram determinadas com base no antigo referencial normativo MB-26:1940 (NBR 6230), que considerava outro modelo de cálculo e não ao utilizado pela norma brasileira. Nesse contexto, este trabalho objetivou investigar a equivalência entre os módulos de elasticidade na flexão (EM), compressão (Ec0) e tração (Et0) paralela às fibras de dez espécies de madeiras tropicais, assim como de estabelecer correlações adequadas entre tais propriedades em caso de não equivalência. Os resultados da ANOVA acusaram que Ec0 e Et0 são estatisticamente equivalentes, o mesmo não ocorreu entre EM e 0,90∙Ec0, implicando a determinação do coeficiente ótimo de 0,98 pelo método dos mínimos quadrados. Tal coeficiente mostrou ser 8,89% superior ao apresentado pela norma brasileira.


Palavras-chave


Relações entre propriedades; Madeiras tropicais; Rigidez; Teoria de vigas

Texto completo:

HTML




Direitos autorais 2020 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: