Estudo experimental de condicionamento ambiental com resfriamento evaporativo direto

Erico Masiero, Djanny Klismara Oliveira, Orlando Pereira da Costa, Francisco Arthur da Silva Vecchia

Resumo


A técnica de resfriamento evaporativo direto (RED) tem sido aplicada como alternativa ao condicionamento de ar por compressão para ambientes internos. O processo de RED consiste na redução da temperatura do ar pela evaporação da água. O objetivo deste estudo foi identificar o comportamento da temperatura, da umidade do ar e do consumo de água em uma célula-teste com uso de um equipamento eletromecânico de RED e comparar com as variações em uma célula de controle, sem qualquer sistema ativo de resfriamento. O consumo de água foi aferido de acordo com determinadas faixas de temperatura e umidade do ar externo. Os resultados mostraram que o período mais quente e mais seco do ar externo coincide com o momento em que o resfriador evaporativo atinge o ápice de seu desempenho, registrando 6,69 ºC de diferença entre as temperaturas interna e externa. No entanto, em períodos de clima quente e úmido, a diferença foi de apenas 1,74 ºC. O consumo máximo de água registrado ao longo do experimento foi de 3,35 l/h, considerando a temperatura do ar externo na faixa de 30ºC e a umidade relativa do ar a 60%. O estudo experimental fornece informações cruciais para a melhor adaptação do RED às edificações.


Palavras-chave


Resfriamento Evaporativo Direto, Psicrometria, Condicionamento térmico ambiental

Texto completo:

HTML




Direitos autorais 2020 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: