A técnica de dopagem no tratamento da zona de interface: ligações entre concreto novo e velho

Autores

  • Ana Paula Moreno Trigo EESC/USP
  • Rodrigo Vieira da Conceição EESC/USP
  • Jefferson Benedicto Libardi Liborio EESC/USP

Palavras-chave:

Dopagem. Reparo. Ligação. Alto desempenho. Durabilidade.

Resumo

Para que as estruturas de concreto alcancem uma vida útil adequada é necessário avaliar a durabilidade e considerar a manutenção das mesmas. Isso tem estimulado o desenvolvimento de tecnologias destinadas a solucionar a problemática de peças deterioradas ou danificadas. Este trabalho analisa o comportamento da zona de interface entre concreto novo e velho após a escarificação do concreto velho (tratamento físico) e o emprego da técnica de dopagem (tratamento químico). A técnica de dopagem consiste na impregnação de pó por via seca ou pasta de alto desempenho, seguida do lançamento de concreto novo, ou no lançamento direto de um concreto novo com características de alto desempenho. O desempenho dessa ligação foi avaliado por meio de ensaios de tração na flexão, até a ruptura, em corpos de prova prismáticos de concreto simples (fck = 20 MPa) e em seguida remoldados. A partir dos resultados, verificou-se que a ruptura dos corpos de prova recuperados ocorreu fora da região de interface e que as resistências à flexão desse concreto foram mantidas tais quais as originais, demonstrando a eficácia do procedimento na ligação entre concreto novo e velho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Paula Moreno Trigo, EESC/USP

Departamento de Engenharia de Estruturas, Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo.

Rodrigo Vieira da Conceição, EESC/USP

Departamento de Engenharia de Estruturas, Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo.

Jefferson Benedicto Libardi Liborio, EESC/USP

Departamento de Engenharia de Estruturas, Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo.

Downloads

Publicado

2010-01-22

Edição

Seção

Artigos