Análise das relações das variáveis logísticas com a organização e estratégia das empresas de construção

Sofia Gauginski Maia, Alfredo Iarozinski Neto, Sergio Eduardo Gouvea da Costa, Cezar Augusto Romano

Resumo


A necessidade de construir de forma eficiente, com prazos curtos e com menos custos, é uma das características para as construtoras sobreviverem num mercado cada vez mais competitivo. Devido à importância da logística na organização, o presente artigo tem como objetivo entender como os mecanismos das variáveis relacionadas à logística afetam o funcionamento de uma organização e impactam a estratégia das empresas de construção. Para tanto foi desenvolvido um estudo aplicado, descritivo, de natureza quantitativa e tempo transversal. Como procedimento principal foi escolhido o método Survey com análise de correlação entre as variáveis com base no Método da Matriz de Impacto Cruzado – Multiplicação Aplicada a uma Classificação (Micmac). Os resultados mostraram que as organizações têm predisposição a contratos de parcerias, com busca de informações junto aos fornecedores e frequentes ações conjuntas para a redução dos prazos de execução. Também procuram ter uma relação mais próxima com os clientes. Os resultados da pesquisa indicam ainda que a logística tem pouca influência na dinâmica do sistema e que as variáveis estratégicas se destacam como um papel importante no processo de desenvolvimento da empresa.


Palavras-chave


Logística na construção civil; Suprimentos; Gestão de empresas; Características organizacionais; Estratégia

Texto completo:

HTML




Direitos autorais 2019 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: