A reciclagem de resíduos de construção e demolição no Brasil: 1986-2008

Leonardo Fagundes Rosemback Miranda, Sérgio Cirelli Angulo, Élcio Duduchi Careli

Resumo


A reciclagem de resíduos de construção e demolição (RCD) no país, apesar de ser uma atividade recente, tem se desenvolvido mais signficativamente nos últimos 5 anos. Existe pouca informação sistematizada sobre o estado-da-arte nacional do gerenciamento e reciclagem de RCD. Este artigo apresenta o panorama atual da reciclagem de RCD no Brasil, através do levantamento de canteiros que implantaram triagem de RCD e seus benefícios; do perfil das usinas de reciclagem nacionais, suas limitações e perspectivas; e de algumas alternativas para se melhorar a qualidade dos agregados reciclados. Cerca de 1% das empresas nacionais já foram assistidas para a implantação de planos de gerenciamento de RCD em canteiros. Os resultados mostram que, após a resolução CONAMA 307, a quantidade de usinas instaladas cresceu, mas, ainda, utilizando um sistema simples de reciclagem. O custo do controle de qualidade é baixo. Ele precisa ser implantado com o intuito de se reduzir a variabilidade do agregado reciclado. São apresentadas alternativas para melhorar os processos de reciclagem e, consequentemente, a qualidade do agregado reciclado, com o intuito de incentivar o desenvolvimento deste mercado.

 


Palavras-chave


reciclagem; agregado; argamassa; concreto

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: