Centro de planejamento da UnB: aspectos históricos, mapeamento dos níveis de deterioração na estrutura e propostas de intervenção

Tiago Ferreira Campos Neto, Jéssica Brandão Faria, José Manoel Morales Sánchez, João da Costa Pantoja

Resumo


Durabilidade é a capacidade de a estrutura se manter em condições plenas de utilização, não devendo apresentar danos que comprometam em parte ou totalmente o uso para o qual foi projetada. A construção do Pavilhão de Serviços Gerais 10 (SG-10) foi baseada em paredes de elementos pré-moldados em forma de “U” e cobertura de vigas pré-moldadas e protendidas. Desde o período de sua construção não se tem registro de intervenções que tenham sido realizadas de forma a prolongar sua vida útil. Partindo desse contexto, e sabendo que o conjunto de pavilhões de Serviços Gerais compreende edifícios representativos da Universidade de Brasília, este artigo tem o objetivo de avaliar a condição da estrutura de concreto do SG-10, mapear os níveis de deterioração dos elementos e apresentar propostas de intervenção. Como método de avaliação utilizou-se o Roteiro de Inspeções, que inclui a metodologia GDE/UnB (FONSECA, 2007) como base de quantificação de dano. Após a aplicação da metodologia verificou-se que o edifício do SG-10 precisa passar por um processo imediato de intervenção, sendo necessária a realização de serviços de recuperação da estrutura.


Palavras-chave


Durabilidade; SG-10; Metodologia GDE/UnB; Propostas de intervenção.

Texto completo:

HTML




Direitos autorais 2018 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: