Cais Mauá: percepção dos usuários da cidade, diretrizes e o projeto de revitalização para a área

Fabiana Bugs Antocheviz, Antônio Tarcísio da luz Reis, Lucienne Rossi Lopes Limberger

Resumo


Este artigo tem como objetivo analisar a percepção e a frequência de uso do Cais Mauá, uma área portuária desativada, por parte de três grupos de usuários da cidade de Porto Alegre, identificando os aspectos positivos e negativos percebidos por esses grupos. Ainda, é investigada a relação entre a percepção desses usuários, as diretrizes de intervenção para a orla elaboradas pela Prefeitura de Porto Alegre e pelos pesquisadores, e o projeto de revitalização proposto para esse setor da orla do Guaíba. A coleta de dados consistiu na aplicação de questionários via internet aos três grupos de usuários, nomeadamente arquitetos, não arquitetos com formação universitária e aqueles sem formação universitária. Os resultados possibilitam verificar a importância dessa área urbana no contexto da cidade, confirmando a relevância da percepção dos usuários da cidade na elaboração de diretrizes e no desenvolvimento de projetos de intervenção urbana.


Palavras-chave


Cais Mauá; Percepção dos usuários; Diretrizes de intervenção em orlas; Projeto de revitalização urbana; Área portuária desativada

Texto completo:

HTML




Direitos autorais 2017 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: