Avaliação de concretos reciclados com agregado graúdo de concreto dosados pelo método da ABCP modificado

Autores

  • Ana Amélia Mota dos Santos UEFS/PPGECEA
  • Mônica Batista Leite UEFS/DTEC/PPGECEA

Palavras-chave:

Dosagem de concreto, Concreto Reciclado, Aproveitamento de Resíduos

Resumo

A aplicação de agregados reciclados de resíduos de construção e demolição vem crescendo em todo o mundo. Contudo, a adoção de um método de dosagem que não considere aspectos como o tipo de agregado reciclado (AR), o melhor teor de AR na proporção das misturas e a melhor forma de avaliar a trabalhabilidade pode trazer dificuldades para essa aplicação. Assim, este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de realizar uma dosagem específica para os concretos com AR de concreto, usando como medida de trabalhabilidade o ensaio de espalhamento na mesa de Graff, como uma adaptação do método de dosagem da ABCP. Foram avaliados dois níveis de espalhamento (350 mm e 400 mm) e estudados dois teores de AR na proporção de agregados graúdos (20% e 40%) para três níveis de resistência de dosagem (25, 30 e 40 MPa) aos 28 dias. Os resultados mostraram que foi necessário realizar muitos ajustes experimentais nas misturas de concreto inicialmente determinadas pelo método de dosagem da ABCP, e o ensaio de espalhamento na mesa de Graff mostrou-se satisfatório como medida de trabalhabilidade desses concretos. Os níveis de espalhamento avaliados apresentaram influência significativa sobre os resultados de resistência à compressão, enquanto os teores de AR avaliados neste estudo (20% e 40%) não promoveram alterações dessa propriedade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Amélia Mota dos Santos, UEFS/PPGECEA

Mestranda, Pograma de Pós-graduação em Engenharia Civil e Ambiental.

Mônica Batista Leite, UEFS/DTEC/PPGECEA

Professora Plena, Departamento de Tecnologia, Programa de Pós-graduação em Engenharia Civil e Ambiental.

Downloads

Publicado

2018-10-16