Análise comparativa multicriterial de estratégias em sustentabilidade urbana aplicada aos bairros de Cidade Pedra Branca (Palhoça, SC) e Vauban (Freiburg, Alemanha)

Karin Regina de Casas Castro Marins

Resumo


As áreas urbanas podem ser consideradas sistemas físicos, funcionais e também energéticos, nos quais seus componentes apresentam interdependências que condicionam seu metabolismo, desempenho e eficiência. O objetivo do presente artigo é analisar, de forma comparativa e multicriterial, estratégias em sustentabilidade urbana, na escala de bairros, tomando por base os casos de Cidade Pedra Branca (Palhoça, Brasil) e Vauban (Freiburg, Alemanha). Parâmetros e indicadores relativos à governança, morfologia urbana, mobilidade e acessibilidade urbanas, eficiência energética e suprimento de energia foram identificados, sistematizados e analisados segundo seu potencial de resolução de desafios técnicos, sociais, econômicos, ambientais e/ou institucionais. Os resultados mostraram que o planejamento urbano na escala do bairro pode colaborar decisivamente para melhorar as condições de vida das comunidades urbanas e auxiliar na administração municipal e setorial. Mostraram-se ainda promissoras as seguintes estratégias: forte governança pelo setor público ou pelos proprietários dos empreendimentos para controlar o cronograma e a qualidade dos projetos; aplicação de estratégia intersetorial para tornar mais eficiente o sistema de mobilidade urbana; e valorização da gestão da demanda de energia para ampliar o uso de energias renováveis e locais.


Palavras-chave


Sustentabilidade urbana; bairro; análise multicriterial; morfologia urbana; mobilidade urbana; eficiência energética; governança

Texto completo:

HTML




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: