Uso de metacaulinita para incremento da durabilidade de compósitos à base de cimento reforçados com fibras de sisal

Paulo Roberto Lopes Lima, Romildo Dias Toledo Filho

Resumo


 

Paulo Roberto Lopes Lima

Programa de Pós-graduação em Engenharia Civil e Ambiental Universidade Estadual de Feira de Santana

BR 116, Campus Universitário, Área de Estruturas

Feira de Santana – BA - Brasil

CEP 44031-460
Tel.: (75) 3224-8375

E-mail: lima.prl@uefs.br

 

 

Romildo Dias Toledo Filho

Programa de Engenharia Civil Universidade Federal do Rio de Janeiro

Cidade Universitária, CT, Bloco B, Caixa postal 68506,
Ilha do Fundão

Rio de Janeiro – RJ - Brasil

CEP 21945-970

Tel.: (21) 2562-8479

E-mail: toledo@coc.ufrj.br

 

 

Recebido em 27/11/07

Aceito em 07/12/08

 

 Matrizes à base de cimento foram desenvolvidas com a incorporação de metacaulinita, com o objetivo de melhorar o desempenho de compósitos reforçados com fibras de sisal. Para avaliar o grau de hidratação e o teor de hidróxido de cálcio, ensaios termogravimétricos foram realizados em pastas de cimento-metacaulinita com teor de substituição de 30%, em massa. A utilização de metacaulinita resultou em redução do teor de hidróxido de cálcio, aumento da resistência à compressão e redução da porosidade. Compósitos reforçados com 1% de fibras de sisal, em volume, foram submetidos a ensaios de envelhecimento acelerado, com 12 e 25 ciclos de molhagem e secagem, e avaliados mecanicamente sob flexão. Os resultados demonstram que, com a adição de metacaulinita, os compósitos sob flexão mantêm 86% da resistência de primeira fissura para deslocamentos de até 6 mm, mesmo após 25 ciclos de envelhecimento acelerado, enquanto os compósitos com matriz sem adições tornam-se frágeis, sem resistência pós-fissuração, após 12 ciclos.

Palavras-chave


Envelhecimento acelerado; Comportamento mecânico; Análise térmica

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: