Obtenção de blocos de concreto com utilização de resíduos reciclados da própria fabricação dos blocos

Paulo César Correia Gomes, Fábio Alencar Pereira, Sílvia Beatriz Beger Uchôa, Fábio Cabral de Oliveira, Lícia Holanda Almeida

Resumo


O artigo relata um estudo de caso de uma fábrica de blocos de concreto (BC), que utiliza os resíduos de blocos como agregados reciclados para a produção de novos blocos, denominados aqui blocos reciclados de concreto (BRC). O objetivo do estudo foi obter BRC e avaliar a influência dos agregados reciclados de blocos (AGRB) na resistência à compressão dos blocos. Os BRC foram produzidos para uso na construção de edificações, contribuindo para a diminuição do desperdício e do consumo de matéria-prima, agregando valor aos resíduos e visando, além do atendimento às normas ambientais vigentes, à sustentabilidade. A fábrica foi implantada no próprio local da obra, destinada à construção de moradias populares. Os resíduos foram compostos unicamente de restos de blocos de concreto, tendo sido originados nas diferentes etapas do processo de fabricação. Os AGRB gerados a partir destes foram obtidos pelo processo de peneiramento. Após a caracterização, foram incluídos no processo de fabricação dos BRC. Os mesmos critérios de dosagem dos concretos secos com agregados naturais foram aplicados aos agregados reciclados. Os AGRB foram utilizados para substituírem os agregados naturais de menores dimensões (pó de pedra e/ou areia natural). O melhor desempenho dos BRC foi obtido com a substituição total do pó de pedra e da areia natural (CAGRB).


Palavras-chave


Bloco de concreto; Agregado reciclado; Resistencia à compressão

Texto completo:

HTML




Direitos autorais 2017 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: