Isolamento do ruído de impacto de pisos em baixa frequência com fontes normalizada e não normalizada

Ana Maria Schuch Araújo, Stephan Paul, Erasmo Felipe Vergara

Resumo


O objetivo do presente trabalho foi avaliar o nível de pressão sonora gerado por diferentes tipos de fontes sonoras de impacto em edificações, nas frequências compreendidas entre 80 e 400 Hz, utilizando diferentes combinações de piso e material resiliente no sistema piso flutuante. Foram realizadas medições com duas fontes geradoras de ruído de impacto, sendo uma máquina de impacto normalizada modificada e uma não normalizada (pera de 5 kg). Três tipos de piso (laje em osso, cerâmico e laminado) e dois materiais resilientes (lã de vidro e EVA) e quatro posições de fonte de ruído formaram as combinações nas medições realizadas. A partir dos dados analisados, onde foram realizadas análises com 4, 12 e 16 posições de microfone, concluiu-se que para a fonte normalizada o nível de pressão de ruído de impacto (Ln,T) apresentou variações conforme o tipo de material resiliente utilizado, já para a fonte não normalizada os resultados do nível de pressão sonora de impacto máximo (Li,Fmax) se diferem pelo tipo de piso usado, principalmente na banda de 80 Hz. Neste caso o material resiliente influencia também nos níveis de pressão sonora, mas não tanto quanto influencia nos níveis de pressão sonora da fonte padronizada.


Palavras-chave


Ruído de impacto em pisos; Baixas Frequências; Material resiliente

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: