Os “pequenos” conjuntos Cecap derivados de Guarulhos e Jundiaí: uma análise comparativa

Wilton Flávio Camoleze Augusto, Sidnei Junior Guadanhim

Resumo


O Conjunto Habitacional Zezinho Magalhães Prado, em Guarulhos, SP, projetado por Vilanova Artigas, Fábio Penteado e Paulo Mendes da Rocha, desempenha papel de projeto seminal. Como no interior do estado foram desenvolvidos conjuntos que seguiram os conceitos aplicados em Guarulhos, a pesquisa buscou verificar em que medida aconteceram as reproduções nos conjuntos de Jundiaí, Marília e Mogi-Guaçu, estes em menor escala e em diferentes contextos. Também buscou verificar o aprimoramento das soluções projetuais. Por meio das visitas, da análise dos projetos e das informações reunidas, foi possível identificar elementos nos projetos e construídos de fato, que foram graficamente representados e reunidos em quadros comparativos. A análise comparativa buscou verificar a relação entre os projetos e a construção dos conjuntos habitacionais. A semelhança entre os conjuntos de Jundiaí, Marília e Mogi-Guaçu reforça a hipótese de utilização de um modelo com adequação ao lugar de implantação. O registro “dos pequenos” conjuntos Cecap de Marília e Mogi-Guaçu contribui para a disseminação deste importante momento da arquitetura brasileira.


Palavras-chave


Arquitetura moderna; CECAP; Conjuntos Habitacionais CECAP; Habitação social; Conjunto Habitacional Zezinho Magalhães Prado; Jundiaí; Marília; Mogi-Guaçu

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: