Análise de sistemas de medição de desempenho na indústria da construção

Luís Felipe Cândido, Sérgio Henrique de Oliveira Lima, José de Paula Barros Neto

Resumo


O crescente debate sobre medição de desempenho entre profissionais e entre pesquisadores da área de gestão organizacional ainda não foi suficiente para consolidar as práticas de medição na indústria da construção. O presente trabalho tem por objetivo identificar as oportunidades para o aprimoramento dos sistemas de medição de desempenho na Construção. Para tanto, foram avaliados 22 modelos identificados na literatura nacional e internacional dos últimos 25 anos, aplicando protocolo de análise proposto neste estudo, e validado por especialistas. A partir do mapeamento das principais características, papéis e processos das práticas de medição no setor, da avaliação realizada concluiu-se que há necessidade de melhorias (i) no processamento dos dados, integrando-o à rotina organizacional, (ii) na gestão da informação, melhorando os mecanismos de geração de conhecimentos, (iii) na conexão da avaliação com um sistema de recompensas, e (iv) na revisão sistemática, quanto à sua utilidade, eficiência e consistência geral, não apenas de seus indicadores individuais. Propôs-se, ainda, um framework que apresenta uma visão holística do processo de medição, enfatizando a diferença entre sistema de indicadores e de medição de desempenho. Uma agenda de pesquisa foi sugerida, a partir das lacunas e oportunidades de melhoria encontrados.


Palavras-chave


Gestão da Construção; Sistema de Medição de Desempenho; Gestão Estratégica

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: