Viabilidade econômica e aceitação social do aproveitamento de águas pluviais em residências na cidade de João Pessoa

Gilson Barbosa Athayde Júnior, Isabelly Cícera Souza Dias, Carmem Lúcia Moreira Gadelha

Resumo


Foi estudada a viabilidade econômica da utilização de um sistema de aproveitamento da água pluvial e feita uma pesquisa de opinião com a população de João Pessoa sobre a implantação de tal sistema para residências. Foram considerados três tipos padrão de residências, com níveis socioeconômicos distintos: um popular, um médio e um alto. Para o atual cenário de tarifas, há evidências de que o aproveitamento de águas pluviais no âmbito predial é uma alternativa economicamente inviável para residências de padrão popular e médio. Para o padrão alto, em virtude do valor mais elevado da tarifa e das quantidades maiores de águas pluviais utilizadas, a alternativa é economicamente viável, com valor presente líquido variando de R$ 1.278,17 a R$ 2.254,00, razão benefício/custo variando de 1,30 a 1,47, e período de retorno variando de 8,17 a 10,19 anos. Para a pesquisa de opinião com a população foram realizadas 800 entrevistas. Os resultados indicam que 66,1% da população têm conhecimento sobre a utilização da água pluvial, dos quais 54,37% a utilizam, mesmo que eventualmente. Incluindo o percentual de entrevistados que utilizariam águas pluviais em residências caso tivessem conhecimento da opção, a parcela de utilização aumentaria para dois terços entre a população pessoense, o que demonstra um alto nível de aceitação da opção.

Palavras-chave


Água pluvial; Viabilidade econômica; Aceitação social; Sistemas prediais hidráulicos e sanitários

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: