Estudo comparativo dos métodos de dimensionamento para reservatórios utilizados em aproveitamento de água pluvial

Simar Vieira de Amorim, Daniel José de Andrade Pereira

Resumo


Em função da justificada preocupação atual com a utilização racional da água potável, é cada vez maior a busca por alternativas eficientes para a redução do seu consumo. Entre essas soluções, o aproveitamento da água pluvial aparece como uma alternativa, pois, além de reduzir o consumo da água potável, funciona indiretamente como uma medida não estrutural para a drenagem urbana. Dentro desse sistema, a dimensão do reservatório é item fundamental para que a sua viabilidade econômico-financeira. Os objetivos específicos do trabalho foram: apresentar os métodos de dimensionamento de reservatórios; aplicar os principais métodos em um estudo de caso; e realizar um estudo comparativo entre eles. O edifício AT6, utilizado como estudo de caso, localiza-se no Campus São Carlos da Universidade Federal de São Carlos. Este foi finalizado recentemente e destina-se à realização de aulas teóricas para os cursos de Medicina e Enfermagem. Os métodos de dimensionamento analisados foram o método de Rippl (analítico e gráfico), o método de consideração do período dos dias consecutivos sem chuva (simplificado e com análise estatística), o método de análise de simulação de um reservatório com capacidade suposta e os métodos práticos (brasileiro, alemão, inglês e australiano).

Palavras-chave


Sistemas prediais; Água pluvial; Aproveitamento de água pluvial; Edificações sustentáveis

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: