Diretrizes para identificação, análise e disseminação de informações sobre quase-acidentes em canteiros de obras

Fabricio Borges Cambraia, Tarcísio Abreu Saurin, Carlos Torres Formoso

Resumo


Os quase-acidentes constituem em uma das principais fontes de informações pró-ativas para a gestão da segurança. São eventos mais freqüentes que acidentes e suas causas podem potencialmente gerar acidentes sob circunstâncias levemente diferentes. Na literatura existe uma escassez de estudos sobre as características desses eventos, assim como a sua utilização na gestão da segurança. Este artigo propõe diretrizes para identificação, análise e disseminação de informações sobre quase-acidentes na gestão da segurança de canteiros de obras. A partir do estudo em uma obra de construção de um hospital, foram registrados 122 quase-acidentes, sendo que 110 desses registros foram coletados através do envolvimento formal dos operários. Os eventos foram analisados segundo cinco categorias: (a) natureza; (b) agente causador; (c) retroalimentação positiva ou negativa ao sistema de gestão; (d) prioridade, em função do risco intrínseco a cada evento; e (e) rastreabilidade do evento. Dentre os principais resultados, pode-se destacar que 86,7% dos eventos foram de retroalimentação negativa e 12,7% dos eventos foram não rastreáveis - significa que não houve informações suficientes para investigação das causas. O artigo também apresenta propostas de diretrizes para implementação de um sistema de informações contendo três etapas básicas: identificação e registro dos eventos (entrada), análise dos mesmos (processamento) e difusão das informações (saída).

Palavras-chave


Quase-acidentes; Medição de desempenho; Segurança do trabalho; Gestão da segurança

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: