Comparação das resistências ao embutimento paralelo às fibras de madeiras de pínus oocarpa, cumaru e pínus taeda

Diego Henrique de Almeida, Ricardo de Mello Scaliante, André Luis Christoforo, Francisco Antônio Rocco Lahr, Julio Cesar Molina, Carlito Calil Junior

Resumo


A norma brasileira NBR 7190 (ABNT, 1997) estabelece as diretrizes para a determinação da resistência da madeira ao embutimento com pinos metálicos por meio de ensaios laboratoriais ou, na ausência deles, disponibiliza equações que permitem estimar a resistência da madeira ao embutimento. A referida norma admite ainda que na direção paralela às fibras da madeira a resistência à compressão seja igual à resistência ao embutimento. O objetivo deste trabalho consistiu em analisar as resistências de embutimento e de compressão, ambos na direção paralela às fibras, utilizando madeiras das espécies pínus oocarpa (Pinus oocarpa Shiede), cumaru (Dipterix odorata) e pínus taeda (Pinus taeda L.). Para comparação das resistências foi utilizado o teste estatístico de hipótese conhecido como Teste T. Os resultados da análise estatística revelaram a não equivalência entre os valores de resistência apenas para as madeiras de pínus oocarpa, evidenciando, assim, a importância da determinação da resistência da madeira ao embutimento através de ensaios laboratoriais normalizados.


Palavras-chave


estruturas de madeira; ligações; resistência ao embutimento

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: