Estudo do desempenho do peitoril ventilado para aumentar a ventilação natural em escolas de Maceió/AL

Leonardo Salazar Bittencourt, Alexandre da Silva Sacramento, Christhina Cândido, Thalianne Leal

Resumo


A crise de energia deflagrada em 2001 no Brasil revelou um elevado nível de desperdício energético no país. A necessidade de ampliar-se a eficiência energética intensificou a discussão sobre o desperdício energético das edificações. Assim, a demanda para a concepção de edifícios com maior eficiência energética foi incrementada. Estas construções deveriam primar pela utilização de meios passivos de refrigeração e iluminação que apresentem menor dependência dos meios mecânicos, como aparelhos de ar condicionado e sistemas de iluminação artificial. Para o bom aproveitamento das condições regionais, adequando a edificação ao clima, o desempenho de diversos componentes dos edifícios, entre eles os peitoris ventilados, necessita de maior investigação. Este trabalho investiga a adoção do peitoril ventilado como forma de melhorar a distribuição do fluxo de ar em ambientes escolares. Verifica os desempenhos quantitativo e qualitativo desse componente em relação à ventilação natural. Os resultados demonstraram que o peitoril ventilado apresentou-se capaz de aumentar o fluxo de ar no interior das salas estudadas, particularmente no plano de trabalho dos estudantes.

Palavras-chave


Ventilação natural; Peitoril ventilado; Ambientes escolares

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: