Avaliação do volume de água pluvial drenado em um empreendimento habitacional: estudo de caso em Londrina - PR

Luciano Gardano Elias Bucharles, Sandra Márcia Cesário Pereira da Silva

Resumo


O crescimento urbano, principalmente decorrente da implantação de empreendimentos habitacionais de interesse social de alta densidade populacional, demanda um acentuado aumento da disponibilidade de serviços públicos. Porém, são poucas as informações acerca das suas conseqüências. O presente trabalho apresenta a análise da drenagem de água pluvial em um empreendimento deste tipo, através da avaliação dos hidrogramas de cheia em quatro situações distintas: antes da implantação do empreendimento, com o leito natural; após a implantação, sem as alterações de projeto; após a implantação, com as alterações de projeto introduzidas pelos moradores, que resultou em um aumento da área impermeabilizada; após a implantação do empreendimentos com as alterações de projeto, mas considerando a execução de trincheiras de infiltração. O estudo indicou que a implantação do empreendimento aumentou em 1.127% o volume escoado superficialmente ao longo de toda a área do empreendimento. A introdução de trincheiras de infiltração individuais em cada um dos 331 terrenos residenciais reduziria esse volume em 41%. O custo unitário das trincheiras (US$ 168) pode ser compensado pela redução dos gastos com o sistema de drenagem pública do empreendimento, situação esta que atenderia aos requisitos ambientais e de sustentabilidade do empreendimento.

Palavras-chave


Escoamento superficial; Drenagem urbana; Trincheiras de infiltração; Empreendimentos Habitacionais de Interesse Social

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: