Avaliação da qualidade de projetos: uma abordagem perceptiva e cognitiva

Antônio Tarcísio da Luz Reis, Maria Cristina Dias Lay

Resumo


Este artigo trata da avaliação da qualidade de projetos urbanos e de edificações, através da abordagem perceptiva e cognitiva adotada na área de estudos Ambiente-Comportamento. Os conceitos de percepção e cognição são definidos e relacionados à avaliação de projetos. A importância de tal abordagem para a qualificação do ambiente construído é salientada. São apresentados exemplos de sucesso e de insucesso em projetos urbanos e em edificações, em função, respectivamente, da consideração e da desconsideração de uma abordagem de projeto e de avaliação da qualidade de projetos que estivesse caracterizada pela percepção dos usuários de tais projetos ou de projetos similares. São propostas categorias definidoras da qualidade urbana que servem para estruturar os aspectos físicos associados à qualidade do espaço construído. Essas categorias propostas estão fundamentadas na natureza de tais aspectos físicos quanto à estética, ao uso e à estrutura do espaço construído.

Palavras-chave


avaliação; qualidade de projetos, abordagem perceptiva, abordagem cognitiva; percepção ambiental; desempenho do ambiente construído

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: