O ensino de BIM no Brasil: onde estamos?

Regina Coeli Ruschel, Max Lira Veras Xavier de Andrade, Marcelo de Morais

Resumo


A Modelagem da Informação da Construção (Building Information Modeling – BIM) envolve um conjunto interrelacionado de políticas, processos e tecnologias para gerenciar a essência do projeto, construção e operação de edifícios no formato digital em todo o ciclo de vida da edificação. Entender BIM apenas como tecnologia é uma distorção advinda de uma simplificação extrema do paradigma. Dessa forma, a abordagem de BIM no ensino deve ir além da capacitação instrumental contida nas disciplinas de informática aplicada. Este artigo apresenta um diagnóstico de experiências brasileiras e internacionais de ensino de BIM, o que permite avaliar a abrangência dos esforços de ensino adotados até o presente no Brasil, neste contexto. Este diagnóstico se dá por meio de revisão bibliográfica sobre relatos de experiência de ensino de BIM, discussão em workshop e experimentação no ensino. Classificam-se as experiências avaliadas identificando-se os estágios de adoção de BIM e os níveis de competência por elas fomentados. Ao utilizar uma mesma classificação aplicada no estudo do cenário internacional para as experiências nacionais, foi possível balizar o nível de desenvolvimento do ensino de BIM no Brasil. Discute-se, à luz das experiências apresentadas, o quão abrangente deve ser a formação em BIM e a quais estágios de adoção de BIM essas experiências de ensino conduzem. Modelos de inspiração que possam contribuir com o cenário brasileiro de adoção do BIM são apresentados, extraídos de boas experiências estrangeiras.


Palavras-chave


BIM; ensino; engenharia civil; arquitetura e urbanismo; diagnóstico

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: