Indicadores de uso racional da água para escolas de ensino fundamental e médio

Orestes Marraccini Gonçalves, Marina Sangoi Oliveira Ilha, Simar Vieira de Amorim, Luciana Pereira Pedroso

Resumo


A avaliação do potencial de conservação de água deve contemplar outros indicadores que não somente a quantidade de água por agente consumidor em um determinado período (indicador de consumo), tendo em vista as particularidades de cada edificação. O presente artigo apresenta a metodologia e os resultados preliminares de um estudo que vem sendo desenvolvido desde agosto de 2002 por uma equipe de pesquisadores de três universidades paulistas: Unicamp, UFSCar e Epusp, com a coordenação geral desta última, tendo como objeto de estudo as edificações escolares públicas localizadas na cidade de Campinas, São Paulo. O referido projeto, com financiamento do CNPq, contempla o levantamento cadastral e de patologias de todos os equipamentos/aparelhos sanitários e o monitoramento remoto do consumo de água em uma amostra de escolas de ensino fundamental, envolvendo diferentes faixas etárias e períodos de permanência dos alunos nas escolas. São apresentados os critérios adotados para a seleção da amostra, a metodologia empregada para a coleta dos dados em campo e os resultados obtidos até setembro de 2004.

Palavras-chave


escola; indicador de consumo de água; conservação de água

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: