Influência da estrutura molecular dos policarboxilatos na hidratação do cimento Portland

Carolina Martínez Rojas, Maria Alba Cincotto

Resumo


O objetivo deste trabalho é apresentar os dados de literatura que enfatizam a influência da estrutura molecular de policarboxilatos na hidratação do cimento, estudada por ensaios de calor de hidratação, tempos de pega e análise termogravimétrica em pastas de cimento. Com essa mesma metodologia foram avaliados dois policarboxilatos, agente ativo de dois aditivos nacionais cujas estruturas moleculares diferem no tamanho das cadeias laterais. Tanto os dados da literatura quanto os resultados dos ensaios realizados mostram que o fator da estrutura molecular do policarboxilato que determina o retardo da pasta de cimento é a densidade de carga aniônica presente no sistema, a qual é maior quanto menor a densidade de cadeias laterais. Adicionalmente, se comparada a influência na hidratação do cimento de policarboxilatos com igual densidade de cadeias laterais, porém, de tamanhos diferentes, utilizados em igual quantidade em massa, observa-se que aqueles com cadeias laterais menores geram maior retardo. 


Palavras-chave


policarboxilato; estrutura molecular; hidratação; cimento Portland CPV; calorimetria isotérmica; termogravimetria

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: