Avaliação dos mecanismos de aderência entre argamassa colante e substrato não poroso

Eduardo Pereira, Isac José da Silva, Marienne do Rocio de Mello Maron da Costa

Resumo


A resistência de aderência de um sistema de revestimento cerâmico é uma das mais importantes propriedades deste tipo de acabamento. O conhecimento das propriedades dos substratos e argamassas, e a capacidade de bem avaliar a interação entre os elementos são preceitos básicos para construírem-se revestimentos duráveis. Nesse sentido, o aperfeiçoamento dos modelos que descrevem os mecanismos de aderência, objetos de estudo deste trabalho, são essenciais, principalmente devido a diferenças nas características dos materiais relativas à porosidade, verificadas tanto em substratos como nas placas. O planejamento experimental consistiu no assentamento de um revestimento cerâmico externo utilizando-se a técnica de piso sobre piso, ensaios de resistência de aderência, aquisição de imagens em MEV dos pisos retirados do campo de testes e caracterização das argamassas colantes de estudo. Os resultados mostraram uma relação entre a resistência de aderência e a extensão de contato entre a argamassa e o substrato, indicando que o mecanismo de aderência para o assentamento de placas sobre substratos não porosos está diretamente relacionado com a extensão do contato entre os materiais, resultando em um modelo de aderência para o caso de revestimento cerâmico em substrato pouco poroso.


Palavras-chave


Aderência; Argamassa colante; Substratos não porosos.

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: