Taxa de geração de resíduos da construção civil em edificações na cidade de João Pessoa

Ricardo Vasconcelos Gomes da Costa, Gilson Barbosa Athayde Júnior, Mariana Moreira de Oliveira

Resumo


O objetivo deste trabalho foi determinar a quantidade de resíduos da construção civil (RCC) em função da área construída da edificação, para efetuar acompanhamento e fiscalização mais eficazes da geração e destinação final em dada obra. Foi escolhida uma amostra representativa das edificações em fase de construção na cidade de João Pessoa. Uma ficha para coleta das características e acompanhamento de volume de RCC descartado ao longo do cronograma de execução da construção foi fornecida aos gestores das edificações; a partir do volume descartado pelas construtoras, determinou-se a massa de RCC gerado em cada obra utilizando uma massa unitária de 1.025 kg m-³. Os resultados indicaram uma taxa média de geração de RCC classe A de 86,27 kg m-². Ainda para os RCC classe A, foram definidos os limites inferior e superior com 90% de confiança para a taxa de geração: 62,31 e 136,02 kg m-² respectivamente. A partir desses valores, o controle da geração e disposição de RCC pode ser realizado pelos órgãos competentes, dando o indicativo de quais obras podem estar infringindo a legislação vigente no tocante à destinação de tais resíduos.

Palavras-chave


RCC; taxa de geração; quantificação

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: