Avaliação do uso de resíduo de serragem de pedra Cariri (RSPC) para produção de concretos convencionais

Washington Almeida Moura, Mônica Batista Leite, Adolfo Jacques Oliveira Bastos

Resumo


No estado do Ceará, na região do Cariri, um minério calcário laminado, comercialmente conhecido como pedra Cariri, é muito explorado. Os processos de exploração e beneficiamento desse minério são causas da geração de resíduos. Um dos tipos de resíduo gerado é o decorrente da serragem de pedra Cariri, denominado de resíduo de serragem de pedra Cariri (RSPC). Nesta pesquisa, avalia-se a viabilidade do uso de RSPC como substituição parcial do cimento na produção de concretos convencionais. Foram determinadas as características químicas e físicas do RSPC. A influência foi avaliada através das propriedades mecânicas (resistência à compressão axial e diametral) e parâmetros de durabilidade (absorção por imersão e por sucção capilar). Foram produzidos 9 traços, variando a relação a/c (0,45; 0,55; 0,65) e os teores de substituição (0%, 10% e 20%) do cimento. Os resultados demonstram que a utilização de RSPC no concreto proporcionou uma redução nas resistências à compressão e à tração por compressão diametral. Entretanto, em relação aos parâmetros de durabilidade, os concretos com RSPC apresentaram comportamento compatível com os concretos de referência. De um modo geral, do ponto de vista técnico, o RSPC não proporcionou resultados satisfatórios para aplicação em concreto.


Palavras-chave


Aproveitamento de resíduos; Materiais de Construção; Construção Civil

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: