Método para quantificação do consumo energético no ciclo de vida de equipamentos hidrossanitários

Andreza Kalbusch, Enedir Ghisi

Resumo


A escolha entre diferentes materiais, produtos ou sistemas empregados na construção civil pode levar em consideração diferentes critérios, sejam estes econômicos, sociais, culturais e ambientais. No caso de equipamentos hidrossanitários, a avaliação econômica e do consumo de recursos, tais como a água, são os critérios mais comumente empregados. O presente artigo objetiva a proposição de um método para quantificação do consumo energético de equipamentos hidrossanitários com base no conceito de Análise do Ciclo de Vida. Essa quantificação permite a comparação entre o desempenho de diferentes equipamentos hidrossanitários com base no dispêndio energético total. No presente artigo o método proposto é aplicado em um estudo de caso analisando dois modelos de torneira (convencional e com fechamento hidromecânico). O consumo energético total no ciclo de vida das torneiras convencional e economizadora de água utilizadas no estudo foi de respectivamente,
151,66 MJ e 127,58 MJ. A etapa de uso das torneiras apresentou peso preponderante nos resultados, com participação de 64,6% para a torneira convencional e 56,5% para a torneira com fechamento hidromecânico. O método proposto se mostrou adequado para quantificação do consumo energético no ciclo de vida e posterior escolha entre diferentes equipamentos hidrossanitários que exerçam a mesma função.


Palavras-chave


Análise do Ciclo de Vida; Consumo de energia; Equipamentos hidrossanitários

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: