Toxicidade de materiais de construção: uma questão incontornável na construção sustentável

Fernando Pacheco Torgal, Said Jalali

Resumo


Evitar o uso de materiais de construção tóxicos é um dos princípios da construção sustentável. Os edifícios de habitação contêm muitos materiais tóxicos, alguns deles mesmo em conformidade com normativos regulamentares aplicáveis na Europa e em Portugal. Parte do problema deve-se à falta de formação de arquitetos e engenheiros nessa área, e a outra parte deve-se ao fato de a legislação sobre os limites da toxicidade ser influenciada por questões econômicas. Este artigo discute vários casos de toxicidade de materiais de construção pela revisão da literatura nessa área. Abrange o caso da emissão de compostos orgânicos voláteis (COVs), a toxicidade de agentes impregnantes, tintas, vernizes e outros materiais de construção, materiais que libertam fumos tóxicos em caso de incêndio, materiais à base de amianto, materiais radioativos e as canalizações em chumbo.


Palavras-chave


Toxicidade; COV´s; amianto; canalização em chumbo; radioactividade

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: