Avaliações de conforto ambiental e eficiência energética do projeto do prédio do Centro de Informações do Cresesb, no Rio de Janeiro

Ingrid Chagas Leite da Fonseca, Carla Cristina da Rosa de Almeida, Louise Land Bittencourt Lomardo, Estefânia Neiva Mello

Resumo


O artigo apresenta avaliações de conforto ambiental e eficiência energética do projeto do prédio do Centro de Informações do Centro de Referência para as Energias Solar e Eólica Sérgio de Salvo Brito (Cresesb), a ser construído na Ilha do Fundão, no Rio de Janeiro, realizadas pela equipe do Laboratório de Conservação de Energia e Conforto Ambiental (LabCECA), da Universidade Federal Fluminense (UFF). O projeto do edifício levou em consideração os princípios da arquitetura bioclimática, com aproveitamento racional dos recursos passivos para a obtenção de conforto ambiental. Inicialmente, são descritos os princípios gerais para a obtenção de conforto ambiental em clima tropical quente e úmido. Na seqüência, são apresentadas as características do projeto de arquitetura do prédio, que privilegiou o aproveitamento dos recursos naturais. O Regulamento Técnico da Qualidade do Nível de Eficiência Energética de Edifícios Comerciais, de Serviços e Públicos, RTQ-C, pelo método prescritivo, foi aplicado no projeto do edifício, e seus resultados comprovam a eficiência energética desse projeto bioclimático.


Palavras-chave


Arquitetura bioclimática; Conforto ambiental; Eficiência energética

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: