Avaliação do desempenho de compósito alternativo destinado aos sistemas urbanos e moradias de baixo custo

Paulo Gedeão Barroso Gomes Júnior, Sérgio Rafael Cortes de Oliveira, José Luiz Ernandes Dias Filho

Resumo


Este artigo traz um estudo sobre um compósito de cimento, resíduo industrial de lodo de papel e flakes de PET, visando sua potencialização para possível destinação em sistemas urbanos e moradias de baixo custo. Justifica-se pelos problemas socioambientais relacionados aos consumos de matérias-primas naturais e pela deposição indevida de produtos e resíduos no ambiente. Para isso, foram testadas as proporções 1:3, 1:4 e 1:5 de cimento e resíduos, com substituições do volume de lodo de papel por PET nas taxas de 10%, 20% e 30%. Foram avaliadas propriedades físico-mecânicas – como resistência à compressão, absorção de água e porosidade aos 28 e 90 dias em amostras não degradadas – e parâmetros de desgaste ao atrito. As propriedades físico-mecânicas foram aferidas também aos 35 e 42 dias em amostras que passaram por ciclos de degradação acelerada. De forma geral, notou-se aumento da resistência mecânica com a cura e diminuição com a inserção de lodo. O material apresentou baixa degradação nos ensaios de desgaste. Quanto à absorção de água e à porosidade, os valores aumentaram conforme o acréscimo de resíduo e com a cura, facilmente contornável com a redução de lodo e adoção de soluções impermeabilizantes.


Palavras-chave


Sustentabilidade; Resíduos sólidos; Material de construção

Texto completo:

HTML




Direitos autorais 2021 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: