Influência da densificação da sílica ativa nas propriedades de materiais cimentícios

Yuri Sotero Bomfim Fraga, Lucas Martins Gontijo Soares, Valdirene Maria Silva Capuzzo

Resumo


A sílica ativa é comercializada na forma densificada (SD), quando submetida ao beneficiamento por aglomeração das partículas para reduzir seu volume durante o transporte, ou não densificada (SND), quando esse processo não ocorre. Dessa forma, esta pesquisa tem como objetivo avaliar se a densificação da sílica ativa pode influenciar nas propriedades dos materiais cimentícios. Para isso, foi verificado o efeito da substituição de 10% do cimento Portland CP V-ARI pelas sílicas densificada e não densificada. Foi realizado o ensaio de resistência à compressão dos microconcretos aos 1, 3, 7, 14 e 28 dias. Para explicar o comportamento mecânico dos microconcretos, foram realizados os ensaios de difração de raios X (DRX) e microscopia eletrônica de varredura (MEV) com espectroscopia por dispersão de energia (EDS) nas pastas de cimento. Devido ao menor tamanho das partículas e à maior superfície específica da SND em comparação com a SD, houve alteração na microestrutura das pastas de cimento. A SND proporcionou maior consumo do hidróxido de cálcio (CH) e menor relação cálcio/sílica (Ca/Si) da matriz cimentícia, resultando em maior resistência à compressão do microconcreto com SND em relação à SD. Dessa forma, conclui-se que a SND é mais eficaz quando utilizada na produção de materiais cimentícios.


Palavras-chave


cimento Portland; materiais pozolânicos; microestrutura; sílica ativa densificada; sílica ativa não densificada

Texto completo:

HTML




Direitos autorais 2021 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: