Representações literárias do feminino na literatura empenhada e na literatura de ficção: ideologia e expressão

Autores

  • Cyntia Góes Lemos UFRGS

Palavras-chave:

Literatura. Feminino. Igreja. Cantiga Entre Av’ e Eva. O Romance de Amadis.

Resumo

Este trabalho apresenta a literatura como importante fonte de referência para os estudos do feminino na Baixa Idade Média, pois nela encontram-se dados que marcam as intenções da Igreja e os desejos da sociedade. Destacam-se os registros de literatura empenhada, que evidenciam um caráter doutrinário, aqui ilustrado pelo clamor à Virgem na Cantiga Entre Av’ e Eva, das Cantigas de Santa Maria, e os registros de literatura de ficção, que expressam o imaginário de uma sociedade reprimida pela Igreja, que encontrava na literatura a oportunidade de expressar seus desejos e sentimentos, exemplificado aqui por O Romance de Amadis. A partir das análises desses textos e do contexto social da época, procura-se mostrar como a literatura pode trazer evidências do comportamento feminino, nem sempre captadas pelos registros históricos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-06-26

Como Citar

LEMOS, C. G. Representações literárias do feminino na literatura empenhada e na literatura de ficção: ideologia e expressão. Revista Aedos, [S. l.], v. 2, n. 2, 2009. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/aedos/article/view/9844. Acesso em: 24 maio. 2022.