A noção operatória do riso, como estratégica crítica à caricatura política, em Franklin Cascaes e Diego de los Campos

kellyn batistela

Resumo


Pensar o riso e os artifícios do cômico – como princípio operatório da crítica política, articulada em artistas como Franklin Cascaes e Diego de los Campos e suas aproximações, com a categoria do cômico – é o que se pretende investigar nesse texto. Temporalmente distantes, Franklin Cascaes ao fi tar Jânio Quadros e Diego de los Campos ao mirar Donald Trump afrontam o conformismo propondo, pelo gatilho do riso, tiros à queima roupa. No momento em que os discursos políticos andam na corda bamba e que a política exterior cega-se aos direitos humanos quem sabe o riso ainda não tenha sido sequestrado. O riso, a caricatura, o cômico estariam próximos ao conceito parresiástico do dizer franco e verdadeiro enunciado por Michel Foucault?

Palavras-chave. Franklin Cascaes, Diego de los Campos, parrésia, cômico, noção operatória.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.