Mitoforias Contemporâneas: a reinvenção da Virgem por coletivos de artistas feministas

Aline Miklos

Resumo


A arte feminista, desde sua origem, preocupou-se em subverter os mitos do que seria o feminino. Por isso, muitas artistas trabalharam com o tema da domesticidade, da religião e da violência em relação às mulheres. Estas obras procuraram desafiar os limites do discurso, da moral e do permitido, inventando assim novas categorias do possível. Para isso, através da paródia, do riso e do escárnio, apropriaram-se desses mitos, desmistificando-os e remitificando-os ao mesmo tempo. Neste artigo, analisaremos como alguns coletivos feministas subverteram o mito da Virgem Maria e criaram suas próprias Virgens.



Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.