O Pacto ABC de 1915 e suas Implicações para a Política Externa Brasileira para o Cone Sul

Elisa Felber Eichner, Gabriela Dorneles Ferreira da Costa, Priscila Gonçalves Schelp, Thales Crescencio Wisinski Machado

Resumo


Atingidos 100 anos da assinatura do Pacto ABC, o presente artigo buscou, primeiramente, verificar se houve mudança na Política Externa Brasileira (PEB) para o Cone Sul e, na sequência, identificar que tipo de mudança o pacto representou para a PEB direcionada aos países da região. Para tanto, utilizou-se como referencial teórico a obra de Charles
Hermann sobre os tipos de mudanças que podem ser empreendidas em políticas externas, a partir da qual se criaram duas hipóteses. Após o exame destas hipóteses, constatou-se que a assinatura do Pacto ABC não representou per se um marco de mudança da Política Externa Brasileira para o Cone Sul, mas o estabelecimento de um tratado nestes moldes
estava incluso no projeto de Brasil enquanto liderança regional concebido pelo Barão do Rio Branco.


Texto completo:

PDF