Política externa na Redemocratização (1979-1990): o pragmatismo brasileiro nas relações com os Estados Unidos

João Henrique Salles Jung

Resumo


O artigo visa discutir como se deram as relações entre o Brasil e os Estados Unidos no período da redemocratização brasileira, aqui considerada entre os anos de 1979 a 1990. Em uma década turbulenta ao Brasil e de inflexões aos Estados Unidos, que culminaram no tensionamento das relações, as fortes divergências políticas entre os dois países são equalizadas frente a uma relevante aproximação comercial entre ambos, compreendendo, em resultados práticos, o valor do pragmatismo da política externa de Figueiredo e de Sarney, que buscavam através de relações exteriores coesas uma forma de equilibrar a instabilidade política, econômica e social do país.

Texto completo:

PDF