O PAPEL DO BRASIL COMO INDUTOR DO PROCESSO DE INTEGRAÇÃO ENERGÉTICA REGIONAL NA AMÉRICA DO SUL

Ana Paula de Mattos Calich, Leonardo Albarello Weber, Marília Bernardes Closs, Willian Moraes Roberto

Resumo


O presente artigo tem como objetivo analisar qual o papel do Brasil como indutor do processo de integração energética regional na América do Sul. Tem-se como hipótese que o Brasil exerce função de liderança na integração energética sul-americana. Destaca-se, para tal, o papel do Conselho Energético Sul-Americano (UNASUL), da Petrobrás e da integração via hidrelétricas no subcontinente sul-americano. Entretanto, ainda são identificadas diversas dificuldades e insuficiências, como a ausência de um marco regulatório, a falta de capacidade de financiamento e a falta de medidas tomadas no âmbito multilateral para a conquista de uma integração energética efetiva na América do Sul.


Palavras-chave


América do Sul; Energia; Brasil; Infraestrutura; Integração

Texto completo:

PDF PDF