Entre a Autodeterminação e a Revolução Colorida: Uma Análise dos Protestos Tailandeses em 2020

Autores

Resumo

A partir de uma discussão entre a hipótese de uma Revolução Colorida e
hipótese de uma insurreição orgânica contra a monarquia, o presente trabalho visa analisar se os protestos tailandeses de 2020 se enquadram dentro do modelo teórico de Revoluções Coloridas, cunhado por Andrew Korybko. Utilizando-se do modelo de análise “Mosaico de Vozes”, de Marília Carolina Pimenta, no desenvolvimento do artigo serão analisados o cenário internacional, o contexto histórico, a utilização de símbolos e das redes sociais, além do possível financiamento de atores estrangeiros, de modo a identificar os limites e as potencialidades da categoria de Revolução Colorida para a análise de conjuntura em relações internacionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-07-04

Como Citar

Pereira, J. S., & Verdum, P. G. (2021). Entre a Autodeterminação e a Revolução Colorida: Uma Análise dos Protestos Tailandeses em 2020. Revista Perspectiva: Reflexões Sobre a temática Internacional, 14(26). Recuperado de https://seer.ufrgs.br/index.php/RevistaPerspectiva/article/view/112028

Edição

Seção

Artigos