A (Sub)Condição Whipala: Uma Análise Decolonial sobre a Violência Estrutural e Cultural Contra os Povos Originários na Bolívia Pós-Ruptura Democrática (2019)

Guilherme Fenício Alves Macedo, Enzo Gabriel Oliveira Medeiros

Resumo


Sob a luz do enfoque decolonial, o presente artigo tem por objetivo analisar o aprofundamento da violência estrutural e cultural na Bolívia contra os povos nativos a partir da crise democrática, em 2019. Neste ínterim, a análise estruturase da seguinte forma: inicialmente, é discorrido sobre as contribuições decoloniais ao campo das Relações Internacionais; em sequência, discute-se sobre a narrativa colonial de dominação étnica na formação histórica boliviana; posteriormente, é enfatizada a ruptura do projeto plurinacional boliviano em razão da fratura democrática; e por fim, é analisada a conjuntura de repressão institucional e simbólica contra minorias étnicas. Logo, observa-se o dado cenário de violência estrutural e cultural enquanto expressão da construção narrativa colonial na Bolívia.


Texto completo:

PDF