A Pandemia de COVID-19 no Brasil a partir da Escola de Copenhague: um Estudo de Segurança Internacional

Eduardo Benetti Manfredini, Miguel Eduardo Dawagi

Resumo


O presente artigo tem como objetivo testar a hipótese de que houve a
securitização da pandemia de COVID-19, provocada pelo vírus SARS-CoV-2, a partir da Escola de Copenhague de Segurança das Relações Internacionais. Após a conceitualização dos estudos de segurança e apresentação dos conceitos criados e abordados pela Escola de Copenhague, mostramos dados acerca da disseminação da doença mundialmente, assim como a atuação do Governo Federal e de governos subnacionais do Brasil no combate à pandemia. Dessa forma, concluímos que a hipótese de enquadrar a securitização da pandemia de COVID-19 segundo a Escola de Copenhague pode ser pertinente.


Texto completo:

PDF